segunda-feira, 26 de março de 2012

Um Gaúcho chamado Lupicínio

Lupicínio Rodrigues por J.BoscoLupicínio Rodrigues (Porto Alegre, 16 de setembro de 1914 — Porto Alegre, 27 de agosto de 1974) foi um compositor brasileiro.

Lupi, como era chamado desde pequeno, compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção, músicas que expressam muito sentimento, principalmente a melancolia por um amor perdido.

Foi o inventor do termo dor-de-cotovelo, que se refere à prática de quem crava os cotovelos em um balcão ou mesa de bar, pede um uísque duplo, e chora pela perda da pessoa amada. Constantemente abandonado pelas mulheres, Lupicínio buscou em sua própria vida a inspiração para suas canções, onde a traição e o amor andavam sempre juntos.

Vejam o vídeo de Gilberto Gil e Rildo Hora, interpretando “Esses Moços”, de Lupicínio:

Boêmio, foi proprietário de diversos bares, churrascarias e restaurantes com música, que seguidamente ia abrindo e fechando, tudo apenas para ter, antes do lucro, um local para encontro com os amigos.

Vejam, também, o vídeo com Gonzaguinha interpretando outro sucesso de Lupicínio, “Ela disse-me assim”:

Deixou cerca de uma centena e meia de canções editadas; outras centenas que compôs foram perdidas, esquecidas ou estão à espera de quem as resgate.

Terminando os vídeos deste post, vejam a bela interpretação de Elis Regina cantando “Cadeira Vazia”, outra bela canção de Lupicínio :

Em 1995, o filho de Lupicínio, Lupicínio Rodrigues Filho, organizou o livro "Foi Assim" (Editora L&PM), com uma seleção das crônicas publicadas por seu pai no jornal "Última Hora", de Porto Alegre, em 1962 e 1963. Na maior parte desses textos, o compositor conta a história das suas músicas: "Eu tenho sofrido muito nas mãos das mulheres, porque sou muito sentimental, mas também tenho ganhado fortunas com o que elas me fazem...", revelou ele numa das crônicas.

Letras das Músicas:

Fontes:

Caricatura:

Agradecimento:

  • Ao nosso amigo e colaborador John Kirchhofer pelo envio do vídeo que originou essa matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário